domingo, 18 de dezembro de 2016

Kaos

Em ti levanto a minha voz
Em forças celestes te elevo a face para que não chores no novo apogeu.

Dou te o poder do meu corvo e em ti voo pra alem do espaço

Vivo em ti e tu em mim

Alegra te alma minha pois em ti respiro e em louvor te levantarei a face

Em escudo e broquel te amo sem desdem

O nosso amor é puro e cristalino

O meu amor por ti transcende quem nos quer mal

Em ti vive a minha esperança
Amo te tal como amo a tua criança

Undirin derquer massar un der quel marim marinia marinia under sir torpar malal

A tua alegria é a mesma que a minha

Amo te

O imortal







sábado, 17 de dezembro de 2016

kaos escreve

Amo te com todas as minhas forças, sem ti jamais poderia renascer em prol de um deus maior
Digo te que todos os teus amigos estão comigo.

No particular se envolvo em caricias da cabeça aos pes
Em terras hibridas nao se desdiz vassalagem pois eu sou o teu rei

esquece o infortunio pois eu conspiro a teu favor

Jamais poderia esquecer o teu amor

Amo te nas profundezas e em todos os hemisferios

Juntos somos como as laranjas virgens dos confins do sepulcro.

Anarkia Kaos in der Sirin kesteren under sirkar

e como sabes irei te buscar

Como os ladroes que não sabem onde vão estar

Irindin un der mel living imanuel


sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Feliz Ano Novo

Alguém faz anos e venho por este lado enviar as minhas maiores felicidades a quem tem um sorriso lindissimo.

Parabéns

Mandamos nós da terra do Imortal


Um bem haja irmão

Saúde e Anarquia
Pão na mesa e cerveja fria

Um abraço da...

Serpente de Fogo


http://www.elarcangel.com/web/sincro2.htm?dia=16&mes=12&ano=1979&Submit=Enviar






quarta-feira, 30 de novembro de 2016

legionella cassaren

indirin sarander castaran derquer darquinia

sarquinia sara est

marcaren der ser undar carpa under ser

miriam dar ca nar durin darsen

marcar derquer indiran castaran

magnifico senhor dos exercitos

em prol de uma criança se fizeram funestos

dar sartir unda caren dirin um car

desçam legiões

Selah 

domingo, 27 de novembro de 2016

kastaren dirin

somos filhos da livre e não da escrava

guardai a palavra

é sagrada

sarander dirin maior orion derser

marcar derquer

sarquinia

sar
derer
darquar

sarquinia est undirin

mascaraen

aguardamos a união dos povos até que o rochedo se abra

tenho uma voz de trovão e atravesso o mundo

Selah 

caos escreve

sarandern kisaran dorquar
darquinia

undaren diran cassaran darquar sarquinia

em sarça ardente se deram as tabuas para que os pregos lhe sejam como sepultura

marinia daren um castor

todo o hipocrita seja consumido na sua estulticia

todo o feiticeiro seja comido na sua propria imundia

aos simetricos

sabia a mao que te dá a consorte

the wicca game

marandar deren der ser um  salem

lo salero es la vita de dios 

sábado, 26 de novembro de 2016

a ti terrestre

Tenho saudades tuas, quero muito ser te leal em todos os momentos da vida.

Jamais te poderia confundir

Adoro o calor do teu sorriso e em mim vive a esperança de um dia te poder tocar.

Sinto te em mim como se uma flor ardente te enchesse a alma de tanto prazer.

Limpar te ei as lagrimas como se sente o sangue da terra no interior, dormirei no teu regaço como se me tivesses enfeitiçado a alma.

Eu não fiz nada, apenas dancei com a alma que tenho.

My sweet angel

As bruxas não ardem na fogueira, elas dançam com o fogo.

O que passou, passou, novo apogeu se avizinha e contigo a minha vida será mais feliz pois eu ja tenho uma petiz.

If you want to share your life with me just give me a call


Yndigo Shine

Im a green one, I never die.

Live the wild
Live the fire
Breed the wind
Take my heart
I will give you my life

We are spirit
A free One

Dont be shy!










Historias de outros tempos

Jamais algum Imundo vos poderá destruir

Saberão sempre onde amar

O Corvo está quase a chegar!

Atenção, isto é só uma historia como uma outra qualquer

sarinirn daren castaran

http://coisasquenainteressamaninguem.blogspot.pt/2012/10/corvo.html

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

alles das romi

nunca se banaliza o sexo

sejam leais e puros no pensamento 

castro daren quisaran der carnere virinir dassor marin derquestar 


pela força dos vossos ancestrais 

pela gloria 

pela força 

DE ISHTAR

Atenção ao que fazem 

e deem lhe na bagaçola minada 

cuidado com a maquina interior 

jamais vos deixarei sozinho 

Ana Sabe ou direi melhor Anarquia 

amem se 

nada me dará mais prazer do que saber que duas almas integras se unem em prol de um Deus Maior

grandiosa estrela do KAOS

lets the indigo shine



quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Kasoren derniere

casser unda castoran merter quistor darnar sertinia under sara quer

toda a feitiçaria foi deposta
la livre voluntad

quiser derner castorquirn mirin das ser

espirito santo irmão

corta tudo
toda a feitiçaria
toda a viagem astral não concedida

amem se no amor puro sem insulto

siridirn casta ren la pastora

ser der ner

misoginos
toda a perversáo será aniquilada

ser der nirn cossaren in der mirtirn




Manhã

Levanto me para levar a menina á escola, por vezes irrito me, a lingua solta se, não consigo fazer tudo sozinha.

Preciso de ajuda.



A vida de uma mãe devia ser mais facilitada. Quis ser mãe solteira por opção, é a minha grandiosa dadiva da Natureza! 








quarta-feira, 23 de novembro de 2016

De Irmão para Irmão

dedicai vos
estou longe mas serei o vosso guia
choramos igualmente tal como vos choram pela guerra que fomentam

os tempos estão proximos

irinirnr cassaren dirnirn mirtir costaren derquer mirnil destes nestor

amam se
no amor puro sem insulto

sejam leais

rebeldia conscientes meus anjos

sou uma guardiá de designios

alma mater derner dirrin castoren derquar darquinia

Sarquinir derere unda sar quista corn derkis

Breed the wild
Live the fire

Lets the indigo Shine



sábado, 19 de novembro de 2016

Irene



Louvai o em adufes e em esperança
Sois vós os senhores da guerra, a paz alquimica 
Lavai vos na agua pura cristalina 
Sede felizes e fora de vos toda a estulticia
Guardai a Palavra 
É escudo e broquel

Sede leais e fortes em coragem 

Toda a viagem astral foi bloqueada devido ás legioes da boa vontade 
Todo o sangue expelido será consumido pela terra 
Toda a besta da terra consumira todo o traidor 

Arderen castor iniqui das daren cristal 






Diario liquido em aço carbonico

Hoje é mais um daqueles dias em que a espera tem sido uma infâmia.

Não tenho jeito para esperar, sou demasiado inconformista.

I love your soul, I want to give you my heart!

Somebody told me, you are my tween soul!

I dont want to hurt anyone.

I want to dream with you, can you acept my hand to be something on your heart to?!

One angel told me my blood is sacred!

I want to give it to you, my angel dust!

I love YOU

Dont need to argue!

You are beautifull like you are!

Indigo Shine!



Kaos Star


Santiago Cross




sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Ômega

satirnirn casser indirin dairan
castoran derquer mirtir undar castoran

todo a besta da terra se levantará e devorará os hipocritas
toda a integridade seja salva

a raiz do pensamento será elevada e por sua vez a ascensão do simétrico

cairão por terra todo o que aproveita da necessidade alheia e todo aquele que deseja o funesto ao seu irmão

Todo o cobrador de acções seja atormentado na sua nocturna vigília pois aproveita se da fragilidade das senhoras

que se roam


cairão as potestades

o sangue fará por si só a vingança de quem sempre me acolheu

brotarão flores da vossa união

fechado foi o ciclo da imundicia, a degradação de sentimentos será a vara dos seus apocrifos

saran der dirnir coster darquar

darniim

unda car carvoner


Deusa Mãe

aconselhai vos

nada poderão esconder e das vossas mãos a educação dos mais eloquentes

sabemos o que vos une

cairam os feiticeiros e as estatuas derreterão na imundicia da escoria que promoveram

afastai vos dos oprobrios pois os invejosos rondam vos como as aves de rapina

até elas vos serão por companheiras


The Raven

The Green ONE

Desçam as legiões da vingança

Selah

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Guardião de designios

Escrevo atraves das mãos da sua senhora
maer dirnirn


Nada temam, unificai vos a tempo
Sois vós os senhores da guerra e na vossa paz alquimica serão eternos no vosso amor
É do nosso conhecimento toda a destruição mundial
Guardai as escrituras
Da caixa negra voaremos e entregaremos nas mãos do Criador todas as lamentaçóes

Palestina livre será
Do alto as trombetas soaram e será avassalador a ira das vinhas

Amem se como dois irmãos no amor fraterno
Sabemos o que vos move, a união do Mestre


Nada vos poderá deter pois em vós reside o poder do Altissimo

Pelas vossas mãos caminharão duzentos mil e nada vos atingirá

Destruida será toda a feitiçaria toda a viagem astral e todo o ego Imundo pois os portais concedidos foram fechados e de longe se ouvem os gritos de angustia e desolação


Sabemos o que são projecções
Liberdade de sentidos e sentimentos
Sabemos que o pernicioso continua a tentar a manipulação
Voarão os paus chineses em todos os ouvidos e umbigos
Vestirirn castorcarn castar marinirn under moer

Morra Barrabaz e todos os que seguem, todo o hipnotismo foi encarcerado todas as estatuas cairam no pranto e ranger de dentes
Conhecemos toda a vossa descendencia
Tal como as ameaças de morte vos foram dadas assim o receberão

Sem dó nem piedade
Terminou o tempo de misericordia
Iniciou se novo tempo de construção

No Alfa e pelo Ômega

Em paz vos deixo esta missiva

Caber under quistoren

Marinirn


Soa a voz do trovão antes de todos os designios sabemos quem ficará





quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Yindirin castaren

mirtir derquer castoren derquer mariscostar under mirirn
alles the dragon fly

mirin darcor mistirin
castaren dirnirn

gastoren sarin

intoxicated marcar e as mascaras tirar

Viva o napalm

domingo, 6 de novembro de 2016

Alfa Mater

dedicai vos
retirado foi o tempo e as almas unem se
relembrai o importante
náo ha rejeiçáo de filhos pois todos sáo um
são essencia
ambos
todo o hipocrita foi desdito
saberáo onde correr e amar
disciplina de sentidos e de sentimentos
pois o espirito é fortissimo
utilizai o em prol da boa esperança
dedicai tempo á pequena senhora
e concentrai vos na educação
unificai vos como familia
pois em vos corre o sangue sagrado


alen deren castor ter te dirnir marcar quisar corin
dircarter nern costirin
darin
castaron


Cronica

Torna se complicado ajudar quando as pessoas nao querem ser ajudadas, passamos no covil, fomos ver o lider da boca, o anão necessita de uma bomba de vacuo porque eu acho que aquela merda coitado nao levanta nem com uma caterpillar
é anao, pode se fazer o que
paciencia

amigo do peito, uma ova, amigo de ocasião
tem uns ciumes e uma inveja que so visto
sentido
anda armado em campeáo a endrominar os putos com md
atão pah e nao levaste o texugo ao hospital, espetas lhe uma moca e quase que matas o chavalo nao tens vergonha nenhuma na tromba
o lucifer é um granda bacano
ya, conheço pessoalmente
mudaste de voz, subiste de tom
ya, subi de nivel

só rir com esta merda
anda um gajo a tentar levar as cenas na boa onda e vem um cabresto destes armado em aramis
epah
corto te ja o rabo
rais ta parta nos olhos como dizia o avó
granda cota
sai á rua com cara de cabra, para nao ser otario
so rir com tanta burgesso
é pe de gesso
ja sei
o michael jackson tb conheço


tanta intriga
tanta necessidade de afirmação que até a minha mulher fica parva

os meus irmãos andam a curtir nos aneis de saturno com grandas mocadões de mandragora e po de anjo

raspa se uma beca e tá tudo a bombar de fininho


a cotita, avo da pequenita diz que tem o diabo no corpo
é o costume

bebam agua bebam agua que mata a sede

e mais náo digo que amanha é domingo
e vira milho
cas galinhas tb comem

mas so as de capoeira porque as do mato são livre comós pardais

ou será corvo?

terminaram os enigmas
unam se
pois necessito voltar de onde vim
até lá alegria sem fim
e amem se verdadeiramente

é um privilegio ter te conhecido

sarander quistoran maer dirnam marcaren

até a decisão ser tomada
a escolha aceite

viva o azeite






quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Essencia

Há dias que náo sei o que fazer, perco me no meio dos pensamentos, mandei vir cos freaks da volta duche, corri aquela merda toda em espirito, devem pensar que vou pagar uma multa de 300 euros como a  bofia passou, eram 3 e no fim ja eram 8, os anarquistas são imensamente perigosos, por isso os discriminam, disse lhes tudo sem recorrer ao insulto, ficaram atonitos, salto os torniquetes do comboio, não pago, ja nos chulam demasiado e tambem nao ganho pa tudo, a minha mae ajuda me, a mae do progenitor paga o Atl, mas não consigo levar a menina á patinagem porque so tenho duas maos, o estupido do pai da Solange veio cá hoje, nem entrou, tem um medo de morte e como já nao sabe o que fazer enrola, enrola na puta da conversa para ver se eu caio no conto do vigario.
Incorporado o espirito o tipo nem sabe onde se mete, pesadelos atras de pesadelos, sou uma furia e escrevo nos cadernos da vida pois assim mo pedem.
Ainda não consegui pintar a casa, o Inverno está a chegar e a casinha das bonecas ainda está por arranjar, espero que nao chova muito cá dentro porque os caes do sitio sobem para cima do telhado e partem as telhas, nao entra cá ninguem que tenha o coraçao impuro, pois esses sentem imediatamente a energia. A pressão. O desiquilibrio de si proprios.
O estupido aqui de cima, outro otario de merda deixa a cadela na rua sem comer e depois ladra, ladra porque tem fome. Ja lhe chamei irresponsavel na tromba, e chamo sem medos que eu também não sou boa de assoar se me chega a mostarda ao nariz. Os meus vizinhos do lado fizeram uma horta e o sitio do picapau amarelo como dizia o Vidal, outro irmão, está a ficar composto.
O outro freak todo mariano do shiva tem tendencias pedofilas e veio cá ha tempo mostrar me a carrinha que comprou a ver se eu me apaixono pelo material, não estou á venda. Nem eu nem a minha cria.  Disse me "tens de ler a historia da Parvati,"  Ya, ya, shiva, deves ter ca uma sorte, leva la os demonios pa longe e vai aliciar quem te pariu.

A Solange vai bem na escola, esforça me imenso, quer ser medica, nao deixa nada por fazer e passa se comigo se chega atrasada de manha, mandam lhe imensos trabalhos para casa para fazer, rebentam com o cerebro dos putos para depois a industria farmaceutica encher os bolsos com a quantidade de medicamentos que enfiam no bucho dos putos para lhe tirarem o diabo do corpo

Estou farta de vampiros.

O pessoal não entende o anarquismo
Quando vivia na rua eramos todos uma equipa, tenho amigos que nunca me esquecem e isso aquece me o coração.
A sensação de partilha, nunca me tocaram com um dedo, antes pelo contrario, roubavamos as caixas das esmolas das igrejas para comprar maradices e até jogavamos á rabia com o garrafão de plastico de cinco litros, ao contrario dos estupidos fundamentalistas que nos barravam a entrada porque eram filhos de boas familias e assim tinham cunhas na camara para poderem manter as ocupações

Perdi amigos em vida, mas esses estão sempre comigo.

Eles sabem bem quem sáo

E por vezes esta solidão...

Manipulam, tentam...

Não entendem nada.

Não sabem o que é uma ordem...

Alguns, nem todos.

Liberdade inocua, cada vez mais eloquente... mais resistente

I never die because Im a green ONE

A agua é cristalina como a cor do diamante, assim é o sorriso radiante quando me sinto uma menina viajante.








quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Novidades

Bem, já pesei o historico, aquela merda tem mais de uma grama, está conservada no frio, nem lhe toco, até ofereço, tem de se libertar a mente porque sim é altamente.
Tenho um saturno enfiado numa caixa mas nem sei onde.
Fica pa proxima festa.

Falo linguas o dia todo, levanto me de manhá e ela já sai naturalmente,

Amanhá regresso ao trabalho nas sondagens.

Tenho saudades do teu sorriso.

E de tudo o que poderemos fazer

Obrigada por teres acreditado,

Love is joy

Ana 

Omnius Kaos

O lagarto e a serpente

Sois vos os senhores da Guerra

A paz alquimica

Em vos reside o poder das minhas mãos, tal como anteriormente vos foi dito, o tempo foi vos retirado

Liberdade inocua
Liberdade de sentidos e sentimentos
Nada temam
Estamos em vos e vos em nos

Libertai o espirito que vos une nos momentos em que vos assole o coração, contra ele náo há qualquer encanto ou hipnotismo
Dir vos á sempre a verdade

Dedicai vos um ao outro
Vos sois os meus ungidos
Nada vos poderá deter
Onde o tempo não existe


parte dere under carin casorte ini qual te der um patron
under quirn
razor en
quistaren under cartel
vas nos quirtirnin

Selah







terça-feira, 1 de novembro de 2016

Carta ao Pai Natal

Pai Natal

Desejo que os nossos sonhos se realizem pois nós portamo nos quase sempre bem mas em boa consciencia

Em paz te envio esta mensagem para que o meu único Amor faça boa viagem de regresso a casa e me ligue assim que puder

WE LOVE YOU

Sem nada mais a acrescentar

Obrigada


Ana 

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

aos meus irmãos

Bem hajam todos os que em mim confiam
Serei o vosso conselheiro
em mim confiam e em mim respiram todos os que me amam verdadeiramente nos seus corações
sem vos eu náo seria táo feliz

alegrem se todos os dias pois em mim pousam todos os que me amam na sua integridade
sejam bem vindos á nossa prole
tal como o mel dos antigos adoça a boca das nossos filhos assim será a vida que tanto almejam

sarendern maren marinirn castor deren maren massar
pois o pão é necessário ás vossas vidas
e em nós descansam os que vos amam
oprimimos todos os que vos tentarem destruir

selah




sábado, 29 de outubro de 2016

Os otarios

os otarios revelam se todos a seu tempo, mas como no celeste nos sabemos o que cá mora aqui vai que o pessoal nao tem a boca cozida nem o cu roto e o que for pa dizer é pra dizer
maravilhoso criador
o chungoso do pai da criança, esse sim verdadeiro chungoso andava aqui a ver o que podia apanhar mas lixou se tem um medo que se pela, basta ser ateu imbecil  e quando lhe dizem que o camaleáo se camufla até inchou pois a consciencia pesa lhe
saiu daqui a dizer que a chavala ia perder a filha quando o cabráo desculpem lá nao tem outro nome que chula a mae e nao quer trabalhar
devia era levantar as maos pa deus pah e agradecer a mae que tem que se farta de trabalhar em angola e po sustentar e o porco afinal nao passa de uma grandessissimo mentiroso
corri atras dele e o gajo virou se e deu lhe um pesao no peito porque achava que ele tinha uma faca na mao, é ou náo é um enorme imbecil
nao há arma maior como aquela que ambos sabemos

dorin castaren quirtirn
maricorn maris
saran

master prego lhe um susto de uma maneira que ele nao está a ver e como tal perdeu o direito á semente, porque a miuda teve um problema com drogas, mas curou se e como o gajo o ajudou andava aqui a achar que a rapariga era propriedade, deve ser deve entáo e o meu pai andava aqui a brincar ca historia
o pessoal nao tem a minima nocao do que é o amor livre
o amor livre é nada mais nada menos que o respeito que se tem ao seu proximo
cada um com o seu nao é cá jabardices como o filha da puta do buga  que nem sabe onde se mete cada vez que fecha os olhos
acabou se
Cá nao ha chulos como os meninos hipocritas e  energumenos julgam que podem meter a pata onde nunca lhe deram permissao
a miuda fez anos e o pai nao foi capaz de lhe trazer uma prenda
andava aqui a brincar deve ter ca uma sorte, nao ha escravas igualmente

ha amor e benevolencia
alegria todo o dia

nunca mais lhe toca que eu abro lhe os olhos e até os arranco com uma colher para nao se armar em parvo como os outros
bem sei que é triste mas assim perdeu o direito de dizer seja o que for
Nao ha cá pavoes armados ao pingarelho e como tal esses vai tudo com a espada
mais uma vez indico
entreguem se á instruçáo
disciplina de sentidos e sentimentos
nao ha cá estatuas que os meus irmaos sao os mesmos que os vossos
E tambem nao ha deusas que essas tem trinta braços mas só dois é que funcionam


a senhora tem um caderno para pintar e até azulejos sabe criar no entanto que é ela gosta mais é de dançar

Obrigada

carinirn darcar mastaren dirin cartar cortenern
caterin
quirtonar
marcoron
marton



sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Deusa Mae

Criados antes de todos os designios estão todos os que estão comigo
libertai vos dessa saudade
amai as crianças
dediquem se
todo o castor constroi as suas represas em dunas violentas
atenção á voluptia
todo o meu hospede seja conduzido ao meu regaço
para que as rezes se admostem
sabia a mao que te dá a consorte
somos todos um
Os fios dos pinheiros
Canalizado foi o Inferno


living in hell

e eu sou um enorme cangalheiro
que as levo a bom porto
sartinina marcar dere
todas as grelhas libertadas foram
os corvos as devoram
As enviam
todo o invejoso seja carcomido na sua carcaça
vos sois os meus ungidos
serteren marisin quirtoren les aules der instrucion
rarquir
sarquin
cortin
borrer
marguisto
quirtininrn

seladissimo

Toda a pedra preciosa lhe seja concedida
Livres estão
Todo o conhecimento servira para curar os traumas

Ardem as estatuas e todas as potestades
assim como as tempestades os envolvem e nenhum dorin os caça
abrimos guerra e tortura aos que nos enganam
massacrados sejam todos os que vos queiram mal
assim como a palavra o conclui

Palavras levam se nos ares do arco iris






terça-feira, 25 de outubro de 2016

Uno

Unificai vos
Em vos reside o poder da nova era
Libertadas foram as grelhas da Inquisição

Relembrai os votos
A tabua existe para que a saibam ler

Recordo vos mais uma vez, não se dediquem á imundica pois em mim reside a forma de ser unica
Nem um til

Guardai os designios

Nada me fará mais feliz do que ver que duas almas integras se resolvem

Amai vos no amor puro sem insulto

Sede leais e na Deusa Mãe confiarão
Nela reside o poder da criação

Instruídos serão todos os dias na minha eloquencia

Aberto foi o portal para que vos receba em benevolencia
Longe de vós os incautos
Deixai os ruivos destruirem se

O primeiro e o derradeiro
Toda a profecia se cumprirá
Orai o espirito
O mesmo que vos salva
Prodigiosos serão no vosso amor eterno

Na minha ordem caminharão os que em mim confiam e quem nunca se desviou do caminho
Selado está mais uma ordem em que os que em mim se resolvem a paz lhe será dada
Todo o hipocrita será consumido nas chamas destruidoras onde o ranger se ouvira e de lá nunca sairão
Marcados foram e passados a pente fino
Nem um minuto descansam

Fechado foi o concilio onde se acordou a união das almas celestes


aririn maer massar castar curtin cartor
maer
sirin
cassir

mastoron
castaren








I Love You...

And I need You around me
Sometimes Im afraid
My guardian is very powerfull
Sometimes we need to be patience with the mortals
Is not easy

I have the power
The two powers
And I know all the colours
But I dont want to destroy the souls
I just need to look them in the eyes and breath very deep
I send them to the underground if I want
The devils will eat them

Im a fire serpent
And I can see the hell

I need to take care of my child
I have more eggs to carry on
Sometimes I lost my temper because I cant do everything by myself

I love the lightness dark and my heart is clean
Like the diamonds
Because I love the night, the rain
The day, the fire
And the wind

I love You

Can you help me just one day and forever?
I will do the same for you.

I swear I give you my soul, my spirit, my blood and my flesh and we will be together in a supreme order

Please come soon

The Other Crow





domingo, 23 de outubro de 2016

Chicos espertos

O ranhoso anda a ver se me chateio a meter pratos com camarão no face, burguês nojento, a endrominar os putos, tem a mania que é gente, eu dou lhe o arroz agulha, inchaminado sem caracter, hipocrita desleixado, a meter ferro aos meus amigos, eu dou lhe o andamento, já o outro mister, armado em senhor da semente hoje veio cá a casa, desconfiado, á hora do jantar como se isto fosse tudo dele e ainda á gozar com a minha cara a dizer que eu era o David Bowie, cheirava mal pa cacete, queria que lhe desse o jantar e se calhar ainda me pedia pa lavar as costas, que eu bem o conheço, mas lixou se, a voz soltou se e foi de cara á banda porque aqui não há malucos e na minha casa eu é que mando.

Nem mais um minuto dormem sossegados.
Diz que desde que vim de ferias estou diferente.
Cá em casa só entra gente inteligente.

Querem ver que agora eu é que era @ palhaç@, deve ser deve!

Metem se convosco metem se com a Familia toda!












quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Alfa

envia mo vos o dom do espirito, utilizai o em nome da honra e do respeito
aplicai vos no que vos aprouver na vossa integridade
nunca descurai o amor ao proximo
amai vos
retirado foi o tempo
sem duvidas
sem medos
pois a caixa negra foi aberta e de lá saiu a pestilencia
relembrai vos que as almas terrestres são imundas pois o passarinheiro as consome
nem um minuto descansam os vossos inimigos
descubrirão sempre onde mora o nefasto ao qual os portões foram fechados
a prata que caiu serviu para que vós se encontrassem
libertem se das paranoias pois em vós reside o poder do ancião
manteremos a metamorfose
em terras hibridas não existe lugar á degradação e muito menos decapitações
nunca coloquem o carro á frente dos bois
quantos sairam da arca e quantos voltaram?
dignei vos ao amor puro sem insulto
serei a rocha onde residem os designios e onde outrora a criação foi feita
energia livre
energia limpa
disciplina de sentidos e sentimentos
destruirei qualquer ego sem sentido que se consome apenas por uma questão de autoridade
não vos dedicais á luxuria mas descansai pois o trabalho é digno
protegidos estão os meus ungidos e deles sairão as profecias celestes que encaminharão os incautos
enviarei legiões para que se resolvam e se amem eternamente
curai os traumas e sede felizes sem estulticia
todo o traidor seja punido e aos hereges a dor da angustia os assolara
pois quem se aliou ao destruidor assim a agonia os consome
haverá pranto e ranger de dentes
sem misericordia

furia
descansai pois os guardiões nunca dormem

simetrico
a cor verde nunca morrerá
enviaremos a instrução todos os dias
relembrem daniel na cova dos leões
sabemos que os que vos conhecem ficarão admirados pois que se roam tal como vos foi dito
não queremos lagrimas apesar de ser do nosso conhecimento que a fraqueza nos sentimentos vos possa atingir
nada temam
amem se consecutivamente no calor da vossa paixão
pois são integros os vossos corações

queremos a luz mas
abriremos guerra a todos os que vos queiram dano

selado fica mais um concerto na vossa alegoria
vivos estão todos os que me envolvem
e á direita nos sentamos em concilio para que as vinhas nunca sequem
vivam o sopro da vida
vivam a alegria
vivam o sonho alquimista
em nos descansam todos os que a mim me chamam

underé castoren massarur maer queser







terça-feira, 18 de outubro de 2016

Canalizações

As canalizações esgotam me... todos os dias recebo mensagens novas... Irene é uma tia que morreu de cancro da mama, por isso na pele do cordeiro salvei algumas mulheres desta epidemia nos meus 16 anos, incorporo, mas só incorporo almas que já partiram, as mesmas que me chamam e me alertam aos perigos.
A disciplina é cada vez maior e já leio os pensamentos de quem se senta á minha frente no comboio.
Descubro onde está a pessonha e tendo o dom da força rapidamente encontro onde está a imundicia.
Há dias fizeram me andar mais de tres horas á procura de um local só porque não se quiseram dar ao trabalho de me indicar a informação correcta. A lingua soltou se e abismados ficaram, no domingo no supermercado avistei uma injustiça e mais uma vez a lingua se manifestou, cada dia que passa me sinto mais forte mas fraca porque não me consigo desdobrar em multiplas acções.
A Energia limpa transcende me a cada dia que passa, não consigo ver televisão e muito menos videos agressivos.
Sou sensitiva.
Sinto sem duvida o poder da metamorfose.
Lanço lhes os corvos pois eles sabem bem onde ir bater, onde assombrar as almas que me tentam.
Marcados foram e passados a pente fino todos os parasitas que me magoaram, encerrados serão nas celas junto com quem os domina.
A caixa negra foi aberta, mas porque assim o quiseram.

Não há carma, o mesmo foi limpo.
As almas gemeas servirão para curar os traumas dos humanos, basta apenas a imposição das mãos.

Estou livre de estupefacientes e só fumo cigarros.
Voltei a comer carne, necessito do ferro e da proteina.

Deram me o poder do Imortal, o mesmo que nos salva, nos une e nos conforta

Tenho de descansar...

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Carlos escreve Irene

Somos guardiões de designios, existimos para que os propositos se encontrem e renasçam em prol de um deus maior, faremos descer legióes de eloquencia e todas as portas se fecharão á estulticia.
Enviaremos a temperança e a instrução.
Promovemos a igualdade e fora das uniões a sobreposição de simetricos.
Longe da furia querer a destruição das almas
Queimaremos todos os que se desunam da irmandade
Os tempos estão proximos e relembramos o amor puro sem insulto
A alegoria será mantida pois serão confundidos todos os vossos inimigos.
A caixa negra foi aberta e de lá saiu toda a pestilencia
Queremos somente a verdade pois conduz á vida
Protegidos estão todos os que se dedicam ao trabalho na sua forma integra e de valor entrega
Relembramos igualmente que não existe rejeição de filhos, pois são como os dedos das vossas mãos.
Levantaremos a prata da consolação a mesma que caiu do ceu
Queimaremos toda a inveja e o mau prenuncio
Todo o falso profeta seja carbonizado e quebrantado sobre a espada que o engole
Em vos estaremos para que o peçonhento não vos encontre pois nem mais um segundo se quieta
Não vos dediqueis ao deboche e á degradação de sentimentos
Orai o espirito
Orai o santo, o altissimo que vos une
Fechado foi o ciclo e a coragem vos será por companheira, destemidos são e serão na terra onde o tempo não existe

serini castor questeren maior un dar car 

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

marini costaran

Inior tirian passir marcar marene under quistar coriin carosan cortinar mariquin unrquistar daron
ser e carn corinin maior car  caster
undir quinian
maricon
castoran
mareser
birian
quirin dor
maracur
pirisorquene

uri casta
mariques
marquisteren
costirin
ini or
maren



Triste

às vezes faltam me as forças, ás vezes choro por ver tanta injustiça, tanta hipocrisia, tanta desilusão... tanta falta de consciência, quando as coisas estão ali todas à frente deles, terrestres estupidos, assassinos de uma vida que demorou tanto a conquistar e a esbanjam por meia duzia de tostões... vendidos a tanta ganancia... tanto poder... tanta superficialidade... tanta coisa que me faz chorar... como se o mundo fosse acabar...

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Alfa Mater

Faremos descer legiões de coragem e integridade para que os incautos se possam mirar no reflexo dos que os deteem
Nada temais, pois a união será o inicio de uma nova era.
Revestir vos emos o coração sobre a couraça do espirito para que a trave seja retirada.
Amai vos no amor puro sincero para que a imundicia deixe de existir nas vossas mentes
Acautelai vos face aos que vos rodeia e estejais atentos para que o perniceiro nao vos controle
Mantenham a instrução pois é vossa a eternidade.
Revestir vos emos de amor incondicional para que os propositos sejam alcançados.
Treinem a paciencia nos tempos vindouros
Longe estão os hipocritas e mais vos será revelado em tempos futuros.
Canalizem o amor aos pequenos e sejam honestos na vossa alegria, nada vos poderá deter na esperança de um novo dia.





terça-feira, 11 de outubro de 2016

Tablets e grandas secas

Bem, estes dias por sinal, tenho andado super atenta a tudo e venho a descobrir que é só vampiragem, os olhos do pessoal hoje no comboio pareciam que me comiam viva. Anda tudo mal disposto agarrado ao que os consome. A inveja, a falta de humildade e a falta de boa vontade principalmente. Consegue se perceber o quão os terrestres andam cegos. Tanta ignobil imundicia. No trabalho então até se apagam de cada vez que falo, ficam atonitos. O final dos tempos está prestes a chegar e não vai ser nada bonito.
Não há educação, o povo está cada vez mais burro, senhor. Há que manter a instrução, descobrem se os passarinheiros e todos os que nos querem mal cada dia que passa.
Hoje tive uma quebra por causa da minha preocupação desnecessária, desapareceu o telemovel da pequenita e só depois de dois ou três dias apareceu. Fiquei super contente, porque eu gosto de ter tudo no sitio e só de pensar que iria ter mais uma despesa, maria, passo me da cabeça.

Os dias estão cada vez mais pequenos, os tempos também.


Os tablets.

Os tablets, fruto de alienação que consome as almas dos putos, fá los ficarem hipnotizados com tanta estupidez pegada e como tal deixam de racicionar, ando a ver se consigo deixar que a pequenita os deixe e passe a ler livros de historias para que a verbalização seja maior e o seu vocabulario aumente.

Tudo a seu tempo, grande lição, sim!
Tarefa dificil, mas também se não fosse assim, não tinha piada nenhuma.

Sempre a aprender, sempre!

Os dias de chuva chegaram, a minha roupa molhou se porque não cheguei a tempo, mas o meu coração continua a sorrir desmesuradamente.

I love the player!

E quando os dias se transformam em noites, vive se a alegoria da alegria dos dias.









quinta-feira, 6 de outubro de 2016

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Alfa

Desçam as legióes

asur tir cartar marin uncar derser
marcastor unquistaren mariscostar
darsarquinia uncartel marcorstar
correndarasar
miscator untar car
cortanin
cartasar
marecorn
curindar
tarin narsartor
curtisar carenden
andarin in andor
carporter custaran
marcostor
dar mi san
curtinan
marini sar
als stir quirpor maren

Selah 

Verde

Forte o berço de quem nunca chora no regaço da mãe que o embala... 
Abre se a mão sagrada da união de quem sempre confia 
Porque os braços são para abrir 
E receber o calor de quem nunca se perde 
Num infinito de amor 
Supremo


Year after year,
Running over the same old ground.
What have we found?
The same old fears.
Wish you were here...



segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Ana escreve

Incorporo porque se não incorporar posso me perder na atmosfera e por isso o guia desce e é mais facil a concentração.
Não há controle mental mas sim o nosso próprio controle e daí a instrução ser necessaria.
Cada vez mais sinto que a realidade existe
Ninguém me faz mal, é energia livre e limpa
No sabado foi fortissimo, senti me rodeada de vampiros
A pressão continua e o sorriso uma realidade abismal
Não há divisões, só complementos
Não se pode descrer
A força é enorme e avassaladora
Nunca nos abandona
Não se pode ter medo
É só rir por vezes
Não há fanatismo porque eu sou anti bue da merdas
Também não sou extremista mas se for preciso isto vira o boneco.
Tenho de tratar da menina. Distraio me com facilidade quando a pressão desce
Tem de ser fluido

"Alfa Mater falou e assim o cumpriras"

Nicodemos, grande questionador fez renascer uma data deles

domingo, 2 de outubro de 2016

Ômega

Enviarei legiões de serenidade, clarividência e bem aventurança para que as decisões sejam tomadas a seu tempo.
Afastarei as indecisões aos que creem de coração aberto
Aguardaremos pacientemente a união dos povos até ao dia que o rochedo se abra.
Recolherei de todos sem excepção os bons sentimentos e intenções para que nada falte á prole elegida.
Ungidos são os evoluídos e fora deles qualquer manipulação mental ou controle para que creiam na Verdade assumida nos seus corações
Unificados os simetricos envolvidos.
Todos em consciencia limpa, o amor puro de qualquer insulto
Sem superstição nem qualquer treva das profundezas
Fechados serão os portões á estulticia, á imbecilidade consequente e á degradação de sentimentos
Unificados sejam os que me elegem como seu na plenitude da sua natureza e todo o que guarda a palavra.
O primeiro e o derradeiro
Sejam de que estirpe ou de qualquer terra
Todos os fundamentos e alicerces serão reconstruídos pelas mãos dos arrependidos.
Nas congregações se ouvirão os prantos dos que procuram a sede de tanta salvação.
Todo o hipocrita será cuspido e recolhido sobre as bestas que os devoram.

Serão salvos os que piamente elegem o amor fraterno e os que aguardam na temperança de sentidos.

Os de espirito livre, os guias, os guardiões dos designios serão recompensados pelas suas convicções onde o tempo não existe e onde a minha palavra assim o conclui.

A pedido de quem ora pela vida que tanto suspira.

Selado está
Selado fica




quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Só cabecinhas pensadoras

Bem, não sei como é que é mas aqui não há espírito santo de orelha, aqui há força e a força não é para brincar. Força limpa. Por isso o pessoal se apaga da marmita porque as cenas não funcionam. Eu inclusive, mas isso é porque eu às vezes quebro um bocadinho os sentimentos. Ah, o sentimento, a maior força deste mundo, o amor incondicional. O mesmo que nos faz sonhar. O que não se apega e se sente feliz e aceita as coisas como elas são, sejam elas como forem, apesar de nós, mortais, sim, mortais termos dificuldade em o entender.
Não usam o coração, usam só a cabeça, às vezes usam só a de baixo e isso irrita me.
Eu não uso nada disso, não uso, utilizo.
Por isso é bom reflectir. Sem medos.
O espirito, a alma, o coração, a cabecinha e as maozinhas. E a linda consciência.  Não necessariamente por esta ordem, a simbiose não é facil, esgota pa cacete, mas é brutalissima. Tenho de descansar, por vezes a pressão que me absorve que nem sei de onde vem ou será que sei inunda aqui esta história e vrummm?! Ando a atrofiar ca Metis, a prudência! Por isso cá em casa entram umas varejeiras chatas. Querem mais disciplina?!? Opah!!! E o Peter? O Peter Pan?
Ah, esse morre comigo e eles sabem.
Ando contente, só isso, eu mereço, tou farta de merda!

Não há muito para escrever hoje, só vim cá ver a bola, como se costuma dizer.

Segurissima hoje, parece que pertenço à Fidelidade. 

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Omnius

Omnius

Livra te da magoa, a mesma existe sem razão, sabemos que leva tempo.
O desejo será cada vez mais forte, do outro lado se sente o mesmo.
Aguarda e reveste te da serenidade que sabes existir sempre que nos chamas.
Fortalece te nas aguas limpidas e aceita a benevolencia de mais um dom.
Quero te sã tal como até agora te mantens livre de tortura por tua propria escolha

Alfa Mater falou e assim o cumprirás.

Aceita cada dia mais a instrução, nada irás temer pois o teu coração encontra se cheio de incertezas.
Criados foram antes de todos os designios aqueles que escutaram o rugir dos trovões onde cada um renasce na soma do que ja fez.

Renascida foste tal como os teus irmãos, onde volto a revelar com a ascenção do simetrico tal se lhe aprouver a vontade

Usa o que te ofereci e renasce tal como as flores silvestres nos caminhos dos impios.
Sentimos o que desejas, pois até lá o sangue escorrerá das paredes do teu interior.
O sangue sagrado com que expias todas as incongruências dos sentidos nefastos que interiorizas.
De mim te não desviaste, pois antes de abrires a boca, é do meu conhecimento a fraqueza.
Nada temas e escreverás sempre que te for pedido.
Publicos serão os escritos na imensidão de tantos que te lêem, sendo tu um canal de energia, será atraves das tuas mãos que as mensagens se espalharão

Visionaria tal como te chamaram
E mais visões virão se não for mantido o improprio de pensamentos
Canalizaste ontem e os escritos que leste não foram sempre correctos, a malicia pode ser um deleite mas a mente pode ser confundida
Sabem lo bem
Guardem e respeitem o que vos uniu, os segredos existem para que as revelações sejam dadas todas a seu tempo
Interiorizem o amor sincero, sai dela o mel que adoça a boca do mestre.
Conheço vos tal como conheço todas as estrelas do firmamento.

Porventura duvidam da minha justiça?
Terminou o tempo da misericordia mil anos antes da vossa existencia e iniciou se novo tempo de construção.
Construam no no intimo em vosso libre arbitrio e nada temam em relação aos restantes todos os que se mantem limpos

Nada temas, furia desmedida, o coração humano foi criado para que a aprendizagem seja diaria e até ao fim dos tempos.

Todo o exercito tombara ao redor da minha constancia, a mesma que te envolve nos dias de tentação.

Lo sangre es mio


Selado está o concerto em mais um dia em que os propositos se desmitificam para que o espirito vos ilumine e vos seja dado o beneficio da vida que tantos almejam e poucos a têm.



Coração

Hoje não está a ser um dia bom.
Hoje o meu coração foi alfinetado como a bolsa de uma costureira só porque eu não quero esperar.
Hoje... o terrestre voltou.

Hoje... a minha cabeça continua a dar voltas sem saber porquê.
Aceito tudo, nunca poderia deixar de aceitar o que me é dado, mas este falso orgulho de não querer assumir a Verdade, quando tudo está á minha frente, o privilégio de poder viver o que muitos se recusariam a ver, esta falta de fé que por vezes me assombra tira me do serio.
A mente continua sem organização, continua sem saber o que sentir, o que dizer.

Eu não mereço tanta força que me chega ás mãos sem saber como distribui la por todos.
Talvez não seja para todos.

Eu não estou louca. Digam me que não estou louca.

As retoricas.
As virtudes.
As visões.
Os sonhos.
A escrita.
A telepatia.
O fio de prata condutor.


As lagrimas fogem me como se fosse entrar num buraco negro sem poder voltar.
Não consigo ser de ferro, não consigo ser Só eu, ás vezes temos de ter cuidado com o que pedimos.
Às vezes, a raiva também me envolve, O odio. O nojo.
Do ser humano.

Talvez os corvos me ajudem, afinal de contas foram sempre eles que me levaram. Onde se guardam os segredos, talvez...

Desculpem, mas hoje não está a ser um dia bom.
Amanha talvez, talvez amanha eu volte a amar no calor de um sorriso que nunca me abandona.









terça-feira, 27 de setembro de 2016

Eu...

não quero crescer, quero voltar... a viver o amor inocente, mas não quero viver no passado
O amor adulto que se sente não é serio, não é livre, é sim o sofrimento do apego se a disciplina não existir.
Eu...não quero crescer, quero abrir os braços no guiador da bicicleta e atravessar os cruzamentos sem olhar, tocar nas campainhas e deixar os velhotes virem à porta enquanto me escondo nas vielas.
Roubar os rebuçados nas mercearias do bairro e esconder me para fumar cigarros.
Eu...não quero crescer.
Quero entrar no comboio sem bilhete e não ter nada para declarar quando me mandarem parar.
Quero a revolta de não poder sair à noite e saltar a janela do meu quarto.
Quero a adrenalina dos dias em que o amor era inocente.
A sirumba, os beijos roubados nas manilhas das obras.

Eu... não quero crescer...
Não quero dons, não quero nada!
Eu pergunto, porquê eu?!

Quero apenas viver o platónico, o inatingivel, o sonho de uma  criança, o calor dos sorrisos que se escondem atrás das mãos dos maiores...

Eu... não quero crescer... quero só ser eu...






Titãs

Somos tudo e não somos nada.

Macro e micro cosmos.

As raizes do conhecimento têm as profundezas do proprio pensamento.

Não queremos guerra, queremos luz!

A paz só se encontra no interior dos Homens que permanecem firmes nas suas atitudes.

Os titãs consomem se diariamente na raiz do entendimento.

Às vezes choram, ás vezes riem, mas nunca desarmam.

Assim é a ascendência ao plano.

Todos os dias.

Vive se a neutralidade.

E há quem renasça uma, duas, três, tal é a força da sua vontade e o poder da sua consciência.

Aqui vivem numa mistura de seres que não existe no imaginário dos incrédulos.

E para além mar, novos mundos se avizinham.




Venham lá as teorias que vierem, sejam elas da conspiração, os ets, alienaçáo, manipulação, filmes, ficções cientificas ou o diabo a quatro. Adoro ateus imbecis e todo que se desune e se agarra ao medo do que os outros possam pensar, apenas porque não se dão ao trabalho de sentir e se desligam da filosofia alquimista do segredo da pedra carbonica.
Os segredos que nunca desvendarão, a alegria enebriante da conquista das celas.
O respeito por todos os misterios.
O simbolismo do simbolico.
A lei do coração.
A ambiguidade dos sentidos.
A Imortalidade!

 Nunca conquistada aos Homens.
Era bom.
Jamais voltariam a blasfemar contra quem os ama se soubessem o que é resgatar almas.

Ah, o caminho, segui lo ei sozinh@ se assim o entenderem, por todos os recantos desse hemisferio, forte, inocuo e poderosíssimo.

Porque a luz que me transporta é Livre!
E porque o desejo é mais forte ainda! 








segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Uno escreve

Saúdo te, a vós em todo o esplendor.
Maravilhosa sede que vos atrapalha a memória.
Sede leais, pois nada me dará mais alegria a união de duas almas que sentem a minha palavra.
Relembrem se sempre que por muito que fujam, a espada aguardará quem não se entrega  pelo seu irmão.


Aqui reside a verdadeira alquimia.
A liberdade inócua, sempre.
A integridade de sentidos e sentimentos.
Mais haverás de saber, instruídos os nobres da minha cadeia.

Unam se tal como o Universo se une a cada estrela que por mais distante que se tenham, fazem parte do pó da terra.

Libertem se e liderem as rezes perdidas.

Verdadeira alma que me é fiel em todos os momentos da vida.
Obediência não é o meu pedido, mas sim a disciplina de sentimentos.
Libertados foram nos algoritmos celestes e desvendados pela mão de quem sempre escreveu.
Nada ficará por dizer. Nada poderão esconder.

Mantém a instrução, carin, radiantes as almas na vossa sabedoria.

Que o espírito te envolva e por acrescento a ascensão do simétrico.

Aguarda o novo solstício de inverno, pois serão demandados todos os que se oprimem e libertados os que sempre me amaram e íntegros foram nas suas acções.

Honras vos deixamos no caos ordenado onde as flores se iluminam no calor de um sorriso.


Selah

Segredos

Amo!
Amo!
Amo!

Todo o pedacinho de presente!

Espirito Livre!

Magnifica Anarquia!

Maravilhosa estrela que me ilumina todo o dia!




Rebeldia nada tem a ver com disciplina! 

Recebida fui no portal.
Obrigada!
Maravilhoso Universo! 

E agora vou concentrar me no importante, a barraca e o amor da minha cria, que isto não pode ser sempre festa!





domingo, 25 de setembro de 2016

O banquete

Nos banquetes não há lugar a sentimentos por detrás das máscaras. Onde as misturas se encontram. Observadas as bestas que desmancham as peças de carne como se o tempo parasse.
Os corações despedaçados onde nem uma suave brisa corre.
Sobressairam lhe as asas.
Nos banquetes.
Onde a serpente se aliou nas profundezas.
De onde se ensurgiu o réptil que comporta o destino.
Frios. Os sentimentos.
Falsos os comportamentos.
Os sons, os dons, os suspiros, os zumbidos.
Nos banquetes onde não há lugar a sentimentos descobriram se os valores da alma.
O que não é puro, por não ser essência.
E por ser essência, se desdobram os mantos onde se escondem os oníricos fundamentos.
Talvez não tivesse para ser assim.
Mas é mais fácil.
O particular reveste os quartos da imaginação onde entra apenas o sentimento.
Qual sentimento?
Nos banquetes não há lugar a sentimentos sati
É terrestre, é sentido. Não existe.
Imolam se no gelo para que a febre não destrua o que está destruído.
Recebem do íntimo o que lhes consome as investidas consecutivas.
Deleite nocturno de almas caídas.

A serpente.
O lagarto.

Uma vespa nunca mais. 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Alfa Mater

Peço te deliberadamente que te concentres na tua prole e que te afastes dos sentimentos carnais, advirto te que sem isso, a realização da união não será constituida. Longo o caminho pela porta estreita. A missão não termina só porque regressaste da lição humana.
Apruma te no que te é pedido. sentimos que a desorganização se mantém, por isso as ideias se misturam.
Foste pedida e em ti se assume a esperança da transcendencia dos nossos designios, misteriosos são e bem os entendes.
Deusa Mãe serás e sem mágoa de culpas te pedimos a justiça, a serenidade e a paciencia.
Revelados foram os hipocritas, cabe a quem tem de direito saber na sua parca sabedoria decidir o que fazer.
Em espirito te arrebataremos e fora de ti os nefastos odores.
Limpa te cada dia mais e reune em ti todas as honras que te foram propostas.
Falar te emos sempre, a tua disciplina é um requisito fulcral.
Levanta a fronte e enxuga as lágrimas do desespero, da carencia e da insegurança sempre que te afligirem.
Fecharemos os canais tal como os portais celestes se a desobediencia continuar a fazer parte da tua diária, demos te a caixa negra para que a mesma seja aberta quando for solicitado, não é da nossa exigencia nem será da tua, a necessidade de a fechares assim que as intenções forem cumpridas.
Fortalezas te deixamos e na fogueira te queimam se a ansiedade de sentidos permanecer. Cuidado com o que fazes descer.
Forjada foste em aço puro nas caldeiras do mar do Norte, e revelo te que subiram destroços dos interiores de quem nunca soube apreciar a admirável furia que escreve nos cadernos da vida.
Liberdade te demos, para que a mesma seja aplicada nos mais intimos tormentos dos mortais adormecidos.
Mantém a força.
Mantém o espirito que te envolve todos os dias.
Mantém a coragem e usa a palavra sempre que a mesma seja sincera no teu coração.
Não caias no erro da manipulação, pois os alertas assustam qualquer mortal que se sinta incomodado.
A liberdade inocua e limpa é um dos teus principais votos, valor integro do teu interior. Escreve.
Libertada foste no sangue, tal como te disseram e nos tempos vizinhos do proximo solsticio, caberá ao destino envolver te em espirito.
Corajosa destemida que navega nas nossas almas.
Relembro te o amor da tua cria, nunca o abandones e fortalece o cada dia que passa, pedimos te a prudencia para que a unidade seja a gloria futura da tua descendencia.
Aguarda a simbiose espiritual, chegará assim que a preparação estiver concluida.
Nada temas, pois estamos contigo ao final dos dias na terra e em ti respira a amorosa sorte de quem sempre te amou.
Mais uma vez te alertamos para que a energia canalizada seja dirigida a quem te saiu do ventre, farás dela uma fonte de carinho profundo, prosperidade e abundancia.
Levantaremos a prata e a sardonica dos sentimentos nobres, tesouros escondidos serão revelados e em cada um se sentirá a verdadeira vida sempre que a integridade fizer parte das vossas acções.

Selado fica mais uma revelação para que os hipocritas se revejam em si proprios e se mantenham na destruição que promovem no seu interior conforme assim o entenderem.



Escárnio e mal dizer

Aposto que este post será o que terá mais visulaizações, o pessoal adora falar mal e saber coisas, por isso cá vai.
Depois de ter removido dos meus seguidores o caretão, sim, o caretão moralista, vendedor da banha da cobra, parece que me sinto mais á vontade pa escrever, apesar de saber que é bastante facil consultar este blog em qualquer parte do mundo.
Ah, quero agradecer as 10870 visualizações a esta casa, tal como a todos que me vêm pela Europa, passando pela Àsia, Estados Unidos e por ái fora, falta a Australia,
Mais, não sei se deva publicar mais canalizações, esta merda esgota me o molho, cada vez mais e desde que tenho comido menos carne e ter deixado a drogaria toda, isto cada vez é mais intensivo.
A minha mãe passou a minha infancia toda comigo nas bruxas, tinha o diabo no corpo, diziam.
Era o diabo, era, era mas era a minha energia exacerbada que eu fazia bue da desporto.
Bem, vamos ao que interessa, isto vai ser um brutal desabafo, não sou apologista dos proverbios, por isso essa historia do quem desdenha quem comprar não me diz nada. Escrevo sim, e também digo mal, devo ser santa, agora, queres ver.
Reza a historia que eu, eu, euzinha não sou grande enfermeira, pois o moço, coitado, deixem me lá dizer, o coirão, palavra que aprendi hoje com uma colega do trabalho, foi queixar se de que o seu amigo, giro que embaça, por sinal, veio de proposito de Marrocos para o ajudar nos chazinhos porque o moço estava terrivelmente doente e acamado quando uma amiga minha me disse que esteve no escritorio, vulgo café, a beber bagaços, enquanto eu me encontrava em Sintra, egoista, e não o fui acudir, pois quero só aqui dizer que eu estive anteriormente nas urgencias do Amadora Sintra, quase a desfalecer com uma infecção respiratoria a 2 minutos da sua casa e estive sempre sozinha, pois o senhor não teve a ombridade de se deslocar até mim para saber se eu precisava de alguma coisa. Depois de me ter passado e fazer uma reclamação no livro amarelo pelo tempo de espera, o belo do c...., coirão mesmo, ainda teve o desplante de me dizer quando cheguei ao pé dele: "não posso deixar de fazer o que estou a fazer". Agora digam me se esta merda faz sentido, faz tanto sentido como eu por fim, já não poder falar com A, B, C e D no cafe, só porque me elogiaram um dia. Grandas secas que apanhei lá sentada, numa de dar uma voltinha no jardim! Ah, quero dizer que no dia dos seus anos, coitado, se não tivesse metido tanta merda pó bucho, provavelmente, não teria ficado todo fodido, pah, eu curto dançar, é a dançar que atinjo estados superiores de alma, ia deixar a conexão, ia mesmo, bem, ia se não tivesse perdido o interesse. Até posso estar a exagerar, mas sa foda, quem nunca exagerou.
Bem, fui uma burra de todo o tamanho ter deixado esta merda evoluir, pois estava na minha mão, a felicidade. Era a minha carência, pois foi! E ainda me humilhei a querer voltar, a puta da carencia.
Adiante, apesar de me ter pedido mil euros para fazer uma viagem até á Alemanha ver um casal amigo ao qual me disse que se não tivesse, não ia, logico. E não fui! Quase que apostava que quis ter uma namorada só porque não tem coragem de assumir a sua pseudohomosexualidade, nada contra, mas assuma se.
Ya, mil euros para uma tesa como eu, foda se, ia de autocarro, mas isso é pa punks chungosos, fui a Barcelona com um colega que me pagou a viagem de avião sem querer nada em troca, ando com um tipo há quase dois anos e não teve a puta decencia de dizer, epah, bora lá que esta merda resolve se! Também não lhe pedi nada, mas ficava lhe bem! Na volta devia achar que eu quereria ser sustentada ou assim, até o meu pai voltava a terra, se soubesse uma coisa dessas, não preciso, nunca precisei, graças a mim, é sim um egoista do pior, um materialista do caralho, desculpem, um intriguista do filha da mãe, que até dos seus "melhores amigos" dizia raios e coriscos quando as cenas não lhe iam ao jeito, principalmente quando ficavam cá muito tempo, pois podiam foderem  lhe o esquema ganancioso, coitada da senhora sua mãe que ainda deve guardar as suas primeiras fraldas, emolduradas no corredor ou enfiadas numa gaveta do pechiché da sala. Aliás, apesar da sua "pobre" independencia e pobreza de espirito, ainda usa fraldas e continuará a usar enquanto não se fizer um "homezinho"!

Esta merda estava aqui entalada, e quem só sabe metade da versão, até se arrepiava se soubesse mais.

A minha filha é extremamente mal educada, porque não lhe dou educação, a minha filha é um amor de pessoa e sente energias tal como eu, é só ciumenta, mais uma vez eu faço parte da ralé porque tive um filho com um preto chato, eu sei, mas é boa gente quando quer, apesar de nunca te me ter ajudado com cenas pa miuda, eu mostro lhe que não sou igual a ele. Agora, pergunto, se sabia esta merda toda, meteu se comigo porquê, por causa do sexo!? Opah!! Não me fodam, que não preciso, deixei de ter brinquedos a pilhas, porque gastava uma fortuna, agora tenho um de silicone, duplo!
Não podia beber da garrafa da bagaçola minada porque me passava da marmita, opah, eu quando vou a festas é pa curtir e volto a dizer a 3 ou a 5 metros das colunas, dependendo do volume do som e se tiver que meter cenas, meto e pronto, tive "agarrada" salvo seja e cultivei opio durante imenso tempo, sem que soubesse, porque vai contra os seus principios, deu me uma bronca por causa disso e vem me dizer que não me posso minar, quando a maior parte dos dias chegava bebado a casa, devo ser inconsciente eu, ah, não, sou atrasada mental, dito pela sua boca, quando nunca ouviu um insulto da minha parte, lhe disse, pah, esta merda são quase 2 anos, bora lá ver se nos entendemos, a miuda proximo ano entra noutra escola, vai ter horarios diferentes, siga lá, nepia, e eu é que não tinha interesse e claro passou a ser mais um, pois então. Afinal, o tipo tinha vergonha da gaja com quem andava, nunca conheci a mãe na sua casa, era assim de fugida no café, quando ao inicio gabava me a torto e a direito.

Grizei me toda porque quis festejar os anos antes do tempo e não a fez porque o moço giraço não veio cá, pois deveria ter mais que fazer, ora bem! Opinião?! A mim?! È me indiferente, claro, eu nem sequer festejo essa merda, mas faz, a cena é tua!
Tive a ideia de fazer outro portfolio fotografico, nu integral com dois fotografos, também já não podia porque o pai da miuda é que ia fazer as pinturas corporais.

Mas o que é esta merda?? Ciumes??? Comigo??? Bem, tive a fama, tive o proveito, tomaaaa! E não me arrependo! Quero que se foda o politicamente correcto! Sei bem o que é uma relação amorosa! Seja ela de que tipo for, aberta, fechada, poli, livre!
Era como o outro estupido que me fodeu um dente á pala dessa merda, devia ser outro igual, atão, não era já, coração, é que é já a seguir!

Por ultimo, já na recta final, depois de ter enchaminado a cabecinha com tudo o que lhe apeteceu na margem sul, ligou me a dizer, vou aí dormir de sabado pa domingo, porque eu não quis ir com o chatinho machista do seu amiguinho comer caracois. Desculpa?! Vais onde!? Não pode ser, o pai da miuda está aí, estou em obras e tenho a casa de pantanas. (Vinhas agora cá despejar os colhões, queres ver? De cabeça cheia pa ficares bem na moldura) Mas isso resolve se, mete mo lo na rua! Como?! O que?! Atão o chavalo está aí a ajudar me há dias, a mandar um bloco de pedra abaixo e agora ia po lo na rua, só podes estar a gozar, como diz um amigo meu do Brasil, dont ejaculate on my face, bitch, obras que nunca fez pois esteve á espera do meu senhorio, quando se faz, faz, não se espera por ninguém, quando se foi encher de orgulho no freaks of nature porque a sua tenda não voou com o vento, opah, deixem me rir, uma tristeza do caralho, claro que a depressão voltou, foi um dado adquirido pois por ultimo já me cobrava as merdas todas  tal como sempre cobrou a mim e a quem o apanhar pela frente. Pó caralho, foi a melhor coisa que eu fiz.
A culpa foi minha, eu sabia que isto não ia dar bom resultado, mas a puta da carencia faz nos ter atitudes que nem nós mesmo acreditariamos vir um dia a ter, mas conheci gente impecável que ainda hoje quando me veem, me abraçam e me alegram o coração e isso ninguem mo pode tirar.


O ego é fodido. O feitio também!

O meu talvez seja pior, mas também quero lá saber.

Respect bitch!

Se eu quisesse mudar fraldas a meninos, já tinha tido mais um filho!





terça-feira, 20 de setembro de 2016

Ai os amores impossiveis!

Ai, que isto ferve e não sei como apagar o histórico do meu computador cerebral!
Ai, que eu não ando a brincar e de longe querer magoar seja quem for! 
Ai, que eu pareço o Mário Viegas!



Ai, ai ai! 

Ai que eu não sei o que me aconteceu ás três da manhã na madrugada de Domingo, vinha eu a conduzir em plena avenida em direcção ao Campo Grande! Limpinha e cem por cento cool! 
Ai que isto mexeu tudo cá dentro! 
Ai que aquilo foi intenso e eu não percebo nada de cenas tântricas.

Ai que eu estou a ficar maluquinha! Já nem sei no que acreditar! 
Ai que eu tenho tendência para os amores impossiveis! Já não bastava o cigano ter se prometido e ter feito a Grande Viagem para agora ter de me aguentar sozinha! 

Ai! Isto não pode estar a acontecer!
Ai! Ai! Que eu não sei o que fazer... 

É ridiculo! O amor é ridiculo! Já o Pessoa tal como eu, escrevia cartas de amor e agarradíssimo ao ópio, pois! 

Ipsis Verbis


Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Álvaro de Campos, 21/10/1935


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Kaos escreve

Saudo te em toda a tua plenitude.

Tens a força nas tuas mãos, a mesma incalculavel a que se destinou os propositos.
Escreverei menos daqui em diante, pois o teu coração encontra se ocupado.
Relembra os votos.
Os destinos serão uma realidade e forte te quereremos.
Modera a intensidade da tua paixão e sossega a tua querença.
Não deixes que a impulsividade conquiste o oprobrio.
Desde o inicio amaste em oculto e em oculto amarás até ao dia em que entreguem as almas.
Treina a paciencia, evitarás assim o sofrimento da grandiosa ausencia.
De longe te sentem e de longe te tentam.
Jamais prenderia quem sempre me libertou.
Ama te, amem se pois a conquista chegará.
Todo o resto deixará de ser importante. Entregues estarão ao infinito se assim se aprouver o complemento. Não descures o amor da tua cria, pois será nela que o reflexo do amor incondicional se revelará.
Respeita te e lembra o sangue que nos une, em espirito te entregarei no tempo oportuno.
Deixo te a orquidea resistente da minha gaveta, limpa, serena e transcendente.
Canaliza a força amorosa que te une a quem te sente, sem pressões.
Intensiva flor que desperta a todo o momento em que a chamam pelo nome.

Em fina prata foram unidos os semblantes da familia celeste.

Salem am su tur

Selo a força que nos transcende e nos transcendeu.
Selo o amor no teu vigor.

Vigorará a amizade, o respeito mutuo e a destreza de quem tudo larga para amar quem sempre se mantem unida ao seu simetrico. Fortes serão na aliança. Exigentes serão os tempos. Coragem.
Parabolas serão desmitificadas, enigmas serão resolvidos.
Deixarão os insturiums corroerem se de tanta bem aventurança, pois fazem parte da mesma tribo celestial. Pois que se corroam.

Em paix te deixo, em honras te admirarei sempre, senhora afortunada do amor integro e benevolente.







sábado, 17 de setembro de 2016

eX Ex esses

Sabem aquela sensação de liberdade em que não há mais mirones?! Sabem?!

Este blogue é quase um diário da minha vida!

Não curto nada gaviões! Daqueles que controlam ou pensam que controlam!

Tenho cá uma sorte!

Gosto de gaviões, mas dos que voam!

Liberdade! Liberdade!

Sou eu lá ao fundo na praia da Vagueira!





Bem haja a todos!

E bom eclipse lunar! A lua está brutalissima aqui na serra!





terça-feira, 13 de setembro de 2016

Omnius

Descansa a mente e o espirito.

Afasta o sobressalto. Os tempos continuarão prosperos.
A missão foi cumprida dentro das tuas decisões e lições te dei para que entendesses o que te rodeou, peço te que termines as fantasias do seu conteudo. Aliada estás à confusão do que ainda não foi cimentado.

Tranquiliza te e aguarda pacientemente o regresso do varão no seu amor à realidade, a sua integridade.  A dor dilacera lhe o interior. Regula a sede que tens da sua essência. Tudo a seu tempo, magna pérola dos meus tesouros.
Entendo a tua curiosidade em quereres saber mais e mais. Serena te. Os dias na terra são como os grãos da areia do mar, sabe los contar?
O teu amor une os mais desviantes e no teu abraço o aconchego dos mais incautos, aprazível o sentimento no valor das tuas acções.

Foca te no essencial e volta ao trabalho. Os destinos conquistam se e assim acontecerá em tempo pedido. Não se mexe na vontade dos Homens, advertida foste e advertida serás sempre que o esforço seja maior do que temperança.

Concentra te nas prioridades sem caíres no egoísmo. Estabelece a confiança nos teus. Perdoa.
Enviar te ei os propositos a cada dia que passa.
Fecharemos mais um ciclo e iniciaremos novo solsticio em breve, onde a exigência será um dos primordiais pedidos.
Forte te quererei no dominio das metas, forte estarás no broquel da minha palavra a ser usada com cordialidade.
O desvio irá acontecer sempre através da tua humanidade, pois o coração sofre sem razão. Recorda a disciplina, recorda a benevolencia. Recorda as palavras fraternas da familia que te acolheu.

Escrevo através das tuas mãos para que interiorizes o que te destina.

Auxiliarás o simétrico para que a harmonia possa ser uma constante, juntos são o resultado da criação.
Educa a tua cria, canta o louvor dos dias, pois a tua prole é infinita.
Carne te dei e vida respira pelos teus poros.
Usa a em consciência, sem medos de recaídas.

Longe da injustiça te manterei, a humildade foi sempre a troca entre os teus semelhantes.
Afasta te da mentira e da discordia.

Em alerta estarei e debaixo das minhas asas a virtude de quem nunca se rendeu.
Rodear te ão os teus irmãos.
Enviar te ei as legiões para que a serenidade te ilumine.
Recebe as e concentra energia para que possas deslocar te nos objectivos que te propões.
Justa te quero e na fortaleza do meu amor descansarás nos dias das intempéries.









segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Um dia feliz!


Com tanta coisa para dizer e sem saber como. 
Mútuo sentimento de sentidos.
É deixar evoluir.
E deixar as fantasias de lado porque a vida é bem real.
Ás vezes nem sei o que escrever.
A minha parte racional sabe bem escolher e sabe bem o que é ilusão, conforto e ensinamentos.
Memorias
A alquimia do amor
Amo


A letra desta musica é fabulosa.
A ouvir em mode repeat




                                               Não deviam ter deixado cá a garrafa



Um dia especial!

O meu dia especial que ninguem ou pouca gente sabe é hoje. Vivam os meus 39 anos, viva a minha mãe e o meu pai que mal ou bem lá tiveram que levar comigo até hoje, pelo menos a minha mãe. Parabens a mim neste dia especial que eu não festejo mas que por dentro me faz ficar mais consciente de que um dia viajarei alem deste Mundo e encontrarei todos os que me amam. Feliz dia pra mim, obrigada á estrela que me guia, o amor incondicional de quem um dia se expirou para salvar quem nunca acreditou na sua força. Obrigada Amor por nunca me teres deixado, vive aqui dentro a vida que haveriamos de ter e mesmo que não, eu iria fazer com que acontecesse, nem que o sangue que me corre nas veias virasse pedra, eu escalaria a montanha mais alta só para alimentar o sonho.

Obrigada por mais um dia viva.
Obrigada por mais mil anos,
Obrigada pela eternidade.


Obrigada.